Buscar
  • Luísa Aranha

Sempre, pra sempre ou por todo sempre...

Sempre te quero aqui. Não só ali. Aqui. Onde o que domina é o pra sempre de nossa história, mesmo que o pra sempre um dia acabe. Será por todo o sempre o nosso felizes para sempre. Nunca acreditei na eternidade. Até me provares que não é de hoje, de agora, dessa vida ou desses corpos nossa intensidade. Que essa história vem de sempre, sendo sempre a nossa história.

Repito em todas as línguas que conheço, me embrenharei na sua por toda a eternidade. Mesmo que a eternidade não seja para sempre. Dure o tempo de um beijo, de um suspiro, de um amor. O sempre é talhado na tua pele. No teu toque, nas tuas mãos que seguram a minha carne.

Sempre vou querer mais. Ouvir mais, saber mais, te ter mais. Sempre vou te desejar da mesma forma como desejei a primeira vez. Mesmo que o para sempre acabe, eu sempre pedirei por mais.

As chances são grandes. Temos todo o tempo que o destino reserva para nós. Eterno enquanto dure, já dizia o poeta que leu as almas e eternizou as palavras. O meu sempre é você e o felizes... bem só se for para sempre com você.

Sempre serei tua. Sempre estarei aqui. Mesmo que o para sempre um dia sempre acabe. Mesmo que por todo o sempre a gente se lembre de que nada dura eternamente, mas que tudo dura exatamente o que tem que durar. Sempre.

LOGO CeP IMPRESSAO.png

©2019 by Luísa Aranha. Proudly created with Wix.com