Buscar
  • Luísa Aranha

Perdeu

Demorei a entender que mais do que querer

poder te olhar na rua sem atravessar

ou sorrir pelo caminho de sempre

O que eu precisava era daquele olhar

O que eu desejava era aquele abraço

Que tudo que eu sentia sempre esteve no meu lugar

guardado entre tantas outras dores

outros pseudo amores

outras sortes

Sem sorte.

Eu sempre soube,

que do dia pra noite

Nada se finda do jeito certo.

Aquele beijo que não foi dado

O carinho deixado

A falta do teu corpo no meu.

Coisas que não acabam

que não se resolvem

no ar

flutuando entre as mentes

que não enganam o que pulsa

Na carne, no peito, na pele.

Tanto orgulho, tanta dor

pra depois me dar a mão.

E voltar pro meu peito.

Que sempre foi teu lugar.

Só vem.

Só volta.

Se aprochega e aconchego

Que a vida ensina

De onde vem

o que se perde

E devolve só aquilo que a gente merece.

Só vem.

Só volta.

Se aprochega e agonchega

Mas lembra, que o que se perdeu,

já não será mais teu.

LOGO CeP IMPRESSAO.png