top of page
LOGO CeP IMPRESSAO.png

Fugas


Eu fugi. Fugi de casa. De mim. Fugi da minha vida.

Fugi e me escondi. Escondi todas as dores, os não amores, os afetos desfeitos, a frustração em sempre latejar o abandono.

Não chorei. Velei corpos com vida, enterrei relações tóxicas, me descobri ainda mais sozinha.

Conta nos dedos, a quem pedir socorro? Em posição fetal, tentei esquecer.

Trava. Não da pra pensar. Afoga. Qualquer alienante mental serve. Dói. Dói a alma. O corpo responde. Imunidade cai, a tosse tentando colocar pra fora mais que as tripas, as ideias não cozidas.

O ar fica escasso, o pulmão reclama, a pele inflama. Até o ciclo desregula.

Eu fugi. Cansada, exausta, irritada.

コメント


bottom of page