Buscar
  • Luísa Aranha

Eu te amo porque sim

Parei de tentar buscar explicações ou lógicas na nossa história. Eu te amo porque sim. Não precisa complementos ou detalhes. Nem nenhum tipo de eufemismo. Te amo. Ponto final.

Te amo porque você me abraça forte. Te amo porque posso fazer qualquer besteira que ainda assim você continua lá. Te amo porque a vida te colocou ali, ao acaso e entre tantas histórias você foi a que vingou.

Amo teu sorriso, teu silêncio matutino e tu língua solta noturna. Amo quando do nada você puxa um assunto e quando da risada de algo sem graça.

Amo o jeito que ri de si mesmo e transforma todas as coisas em piada. Amo quando fica sério, pensativo e da mil explicações furadas.

Amo teu cheiro, teu toque, teu sabor. O calor que emana dos nossos corpos suados no espaço apertado. Amo teu toque em minha pele. Tuas mãos a me conduzir para lugares que ficam mais próximos das estrelas do que da terra firme.

Eu amo teus medos, tuas inseguranças e teus defeitos. Amo o jeito que tenta me agradar e quando liga o foda-se também.

Amo tudo que vivemos, que construímos e que ainda nem pensamos. Até tuas bolas fora. Amo o jeito que pede desculpas e que me consola.

Te amo porque você me conforta, me acolhe, me acalma. Te amo porque é você, do jeito que é, sem mais nem menos.

Amo o jeito que me irrita, tua voz, tua saliva. Amo tudo que em ti habita e tudo que desperta em mim. Te amo porque sim.

LOGO CeP IMPRESSAO.png

©2019 by Luísa Aranha. Proudly created with Wix.com