Buscar
  • Luísa Aranha

Em ti

Perdi as contas

de quantas vezes tentei

me afastar de ti

sem me perder de mim.


Achei que era o teu sorriso,

teu timbre ou tua malícia,

que me fisgava de volta,

sem me deixar ir.


Só que foi de olhos fechados,

cabeça embriagada,

no submundo interno,

que me perdi.


Porque mesmo dormindo,

sonho, delírio, alucino.

E então me encontro,

pensando em ti.

LOGO CeP IMPRESSAO.png