Buscar
  • Luísa Aranha

Em ritmo de samba

Muita coisa acontece em meu coração a cada vez que meu olhar encontra o teu. Uma bateria acelerada, que em ritmo de samba, me faz perder o compasso e apressar os passos de encontro aos seus braços.

Na cadência do tambor, o meu pulso pulsa. Meu sangue corre, ferve. Dá um tom ruborizado à minha pele. Sinto os poros se dilatando, a água vertendo, meu líquido escorrendo como o rio de encontro ao teu mar.

São apenas teus olhos a me encarar. Mas preciso te tocar. Te sentir. Te ver latejar. Preciso ter certeza de que cada arrepio é real. Minha pele se entrega ao toque do teu paladar.

São cheiros, gostos, sorrisos, saliva, mãos e bocas. São línguas, beijos e toques. Carícias. A marcha de carnaval que segue, prendendo o suor na pele, dando o gosto salgado ao que de mais doce existe.

E tuas mãos a me mostrar os caminhos escuros que não imaginei encontrar. Teu corpo a me conduzir pela melodia alegre, pela avenida pulsante, pelo rebolado que nunca pensei ser capaz. Rebolo na tua mão. Na tua língua, no teu olhar. Rebolo e me encaixo. Me encaixo em ti. Em nós.

E nessa dança perfeita, ritmada pela bateria da escola de samba, que toca empolgada em meu coração, entendo que não tenho para onde fugir. Tua avenida me arrebatou. Teu corpo me incendiou e tua mão me faz mulher, pela primeira vez.

LOGO CeP IMPRESSAO.png

©2019 by Luísa Aranha. Proudly created with Wix.com