Buscar
  • Luísa Aranha

Quando você me ignora

Quando você me ignora eu me enrosco nos travesseiros e choro baixinho. Imagino as respostas que eu gostaria de ouvir e posso até sentir tua respiração no meu cangote. Eu fico quietinha esperando que você me note, mesmo sabendo que isso não vai acontecer.

 Alucino sentindo teu cheiro, teu toque, teu beijo mesmo sem ter. Eu quero apenas que você me note e quanto mais eu quero mais você não corresponde.

Quando você me ignora monto todos os diálogos em minha cabeça. Imagino as respostas, as quebras, as trocas de figurinos e o ato final de nossa história  que nunca passou de mal contada pra você. Eu me encho de energia imaginando cada toque seu ou teus olhos enxergando tudo que quero que só você note. Mas você fecha os olhos, respira fundo e não vê o que eu quero que você perceba.

Então quando eu perco as esperanças você me nota e como se nada tivesse acontecido me dá corda e eu volto ao trailer e imagino uma outra história onde o final é como um clássico em preto e branco com um beijo apaixonado, onde apesar da falta de cor, a gente enxerga tudo iluminado. Onde só você e eu protagonizamos todo o amor do mundo e no final, você me ignora.

-------------

LOGO CeP IMPRESSAO.png

©2019 by Luísa Aranha. Proudly created with Wix.com