©2019 by Luísa Aranha. Proudly created with Wix.com

Buscar
  • Luísa Aranha

Quando você me excluiu

Quando você me excluiu da sua vida eu perdi o chão. Mesmo com tantas idas e vindas eu não esperava, que um dia, finalmente tudo se findasse. Eu sempre imagina que depois de uns dias, tudo voltaria ao normal. Fingiríamos que nada aconteceu e seguiríamos em frente. Mas aí você seguiu. Sozinho.

Quando você simplesmente sumiu algo se estilhaçou dentro de mim. Eu imaginei que você apareceria para juntar meus pedaços, costurar os retalhos, colar os cacos. Pensei que poderia levar alguns dias. Talvez um mês para que você estivesse ao meu lado novamente. Mas você não voltou. Nunca.

Quando você nem me deu tchau tive certeza que não seria para sempre. Era mais uma fase em que precisávamos estar distantes. Em que viveríamos outras histórias e voltaríamos ao ponto de partida juntos. Mas você não voltou. Mais

Então eu entendi. Entendi que dependia mais de ti do que eu necessitava. Descobri que eu era capaz de juntar meus próprios pedaços, usar cola ou linha e colocar tudo nos devidos lugares. Até melhor do que você fazia, porque ninguém melhor do que eu mesma para saber como quero cada coisa em minha vida.

Imaginei que seria difícil, que ficaria sozinha para sempre. Que nunca superaria sua ausência. Perdi tempo chorando lagrimas que não eram por você. Eram por mim. Eram pela falta que eu vazia a mim mesma. Mas um dia eu sorri. Sorri e descobri que eu basto. Quando você me deixou de uma vez, você me libertou. E eu pude entender que eu sou melhor sem você.

LOGO CeP IMPRESSAO.png