top of page
LOGO CeP IMPRESSAO.png

Mãe solo, o c@r@lh0!


O palavrão na imagem foi só pra chamar sua atenção! Super respeito as mães solos e quem se identifica com o termo, mas ultimamente, e cada vez mais, ele tem me incomodado, porque quanto mais me apaixono por mim mesma e vivo plena a minha solitude, mais a expressão mãe solo, me soa como escolha.


Adjetivamos a mãe sempre: a mãe narcisista, a mãe protetora, a mãe solteira (essa que foi substituída pela solo), a mãe…

Eu não escolhi a maternidade solo, pelo menos não da segunda vez. Eu exerço os cuidados em tempo integral no mês (- as 47h e 30 minutos que o pai escolhe ser pai) por falta de opção, de rede de apoio, de ausência do genitor, que ao findar o relacionamento matrimonial não soube separar as relações.


Meu ex marido comete alienação parental, abandono emocional, afetivo, organizacional, patrimonial, por escolha dele. Única e exclusivamente dele. Mesmo que na justiça tenha brigado - e ganhado - redução da pensão e a guarda compartilhada alegando que seria mais presente na vida do filho e o pegaria de 15 em 15 dias.


Eu sou mãe de um filho com pai ausente, que se recusa a atender um pedido de ajuda quando eu fiquei impossibilitada fisicamente de cuidar plenamente do meu filho, ou pior, quando a criança precisou de socorro médico. Um pai ausente que promete presentes que nunca dá, que não sabe o que se passa na vida escolar ou na saúde do filho.


Eu sou mãe de um filho com pai ausente porque ele escolheu assim, então por que eu, exausta, me virando em mil para pagar boleto, cuidar da casa, da comida, da escola, do emocional, de toda a gestão da minha vida e da dele em tempo integral e sozinha, ainda preciso carregar o peso de mais um adjetivo dos tantos que como mulher já me são impostos?Quando me intitulo mãe solo, parece que estou passando pano para esse pai ausente e de alguma forma colaborando para o sistema que me oprime.


Que tal, só uma vez a gente dar o nome para as coisas tal e qual elas significam?


Não sou mãe solo, respeito a todas que fazem essa escolha e se identificam assim, mas eu sou mãe de um filho com pai ausente.

Σχόλια


bottom of page